Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Esportes :: 2017-07-21 -10:29:00

Revelação do Palmeiras, jogador sanjoanense é destaque no futebol gaúcho


 

Um adolescente de São João da Boa Vista tem se destacado no futebol gaúcho. Trata-se de Cauê Caruzo Alves. Com 15 anos de idade, ele é hoje um dos atletas contratados do Sport Club Internacional, no Rio Grande do Sul.

Revelação do Palmeiras Futebol Clube, o jovem integra a equipe Sub 15 do colorado e disputa atualmente o Campeonato Gaúcho, estando invicto com dez vitórias consecutivas.

Filho de Carmen Silvia Caruzo Alves e Reginaldo Kleber Alves, Cauê sempre demonstrou uma paixão pelo esporte. Desde pequeno, era bastante elétrico e gostava bastante de correr. Costumava assistir seu pai jogar bola com os amigos e aos poucos foi pegando gosto pelo futebol.

Com quatro anos de idade, ele começou a jogar. Seu pai lhe pagava aulas particulares. Com o passar do tempo, começou a participar de treinos com seu irmão e foi para o time de um projeto social que existia no bairro onde morava.

Nesta época foi firmada uma parceria com o Palmeiras Futebol Clube, porém, isso não durou muito tempo, uma vez que o projeto social deixou de existir. A partir daí, Cauê e os demais jogadores integraram a equipe do Lobo da Vila e continuaram seus treinos. “Meu começo no Palmeiras foi muito bom. Minha estreia foi em São José do Rio Pardo, onde fui jogar uma partida válida pelo Campeonato Regional e fiz os dois gols, concretizando a vitória pelo placar de 2 a 1 contra a grande equipe da Associação Atlética Riopardense (AAR)”, recorda.

Aprendizado

Ao longo de sua trajetória, Cauê passou pelas categorias Sub 10, Sub 11, Sub 12 até chegar na Sub 15 onde se encontra hoje. Quando começou a jogar pelo Palmeiras F. C., o jovem era supervisionado pelo treinador Felipe Dotta e pelo assistente Carlos Rithielly Silva, além do preparador de goleiros Cássio Germinari, o qual está até hoje no clube e como treinador da base.

“Avalio esta experiência como um aprendizado muito grande. Uma evolução diante dos treinamentos. Foi através desta experiência que tive durante esses anos que fiquei no clube que pude crescer cada vez mais com as batalhas de cada treinamento e de cada competição”, relata o atacante.

Proposta

O convite para o Sport Club Internacional surgiu enquanto o Palmeiras F. C. participava de uma competição. A equipe sanjoanense estava sob o comando do professor Cássio e enfrentava o São Caetano na ocasião. Após a partida, o talento do jogador sanjoanense chamou a atenção de um olheiro do time gaúcho. “Assim que terminou o jogo, o olheiro do Internacional me parou e perguntou: ‘E ai guri, qual teu nome?’. Eu, assustado, respondi: ‘Cauê’. Ele me perguntou: ‘Joga de quê?’. Eu disse: ‘Atacante’. E por último questionou: ‘Em que ano tu nasceu?’. E respondi: ‘2002’. A partir daí, ele conversou com meu treinador e agendamos tudo para que eu não perdesse essa oportunidade que viria pela frente”, comenta com satisfação o atleta.

Força, foco e fé

Dedicado aos treinos, Cauê hoje está bastante contente com esta nova fase de sua carreira esportiva. “Estou sempre feliz e de cabeça erguida, sabendo que dei o meu melhor e que, independente do que aconteça daqui há anos, estou me esforçando para que um dia eu chegue ao topo. Estou aproveitando cada momento, pois tudo passa muito rápido!”, afirma.

Para a garotada que sonha um dia em ser um jogador de futebol, ele deixa uma mensagem. “Nunca desistam dos seus sonhos, dos seus objetivos. Hoje estou aqui, mas ainda não conquistei nada. Isto é só um degrau de muitos que eu terei que subir. Por isso, independentemente, do que os outros falam, só você sabe aonde tu pode chegar. Sempre vá firme na direção de sua meta, porque o que o pensamento cria, o desejo atrai e a fé realiza. Sempre acreditando em Deus! Terá muitos obstáculos, várias pedras no caminho, mas se tu é guerreiro, batalhador e não desiste fácil, isso vai ser só mais uma barreira a ser quebrada. Por isso nunca desistam guerreiros sonhadores!”, finaliza.

 

Esportes