Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






São João :: 2017-04-07 -14:46:00

Páscoa: católicos se preparam para sua data mais importante


Os católicos de todo o mundo se preparam para comemorar a data mais importante do seu calendário. A Páscoa, que marca o dia da ressurreição de Jesus Cristo, é o momento de comemoração e reflexão, que representa a renovação da fé destes fieis.
Mas, a Páscoa para os católicos está inserida dentro da Semana Santa, que começa com o Domingo de Ramos. 
Padre Adriano Roberto da Silva, Pároco da Igreja Imaculada Conceição, localizada no Recanto do Jaguari, explica que o nome “Semana Santa” foi dado porque, nestes oito dias, celebra-se a paixão, crucifixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. “Esta semana torna-se para nós cristãos católicos uma síntese de todo tempo da Quaresma, preparando-nos mais intensamente no caminho para a Luz Ressurreição”, diz.
E o sacerdote orienta que na Semana Santa deve-se fazer memória da paixão de Cristo, mas com os olhos fixos na sua Ressurreição. “Isso porque se Jesus não tivesse ressuscitado da morte, toda a sua vida não passaria da amarga história de mais um dos tantos ‘coitados’ que enchem a história da humanidade”, completa.
Padre Adriano detalhou o significado de cada dia da Semana Santa. Confira abaixo.
 
Domingo de Ramos
A Semana Santa começa com o Domingo de Ramos. No calendário litúrgico é também conhecido como Domingo da Paixão do Senhor. Neste dia, a Igreja recorda a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém montado num jumentinho, aclamado como Rei de Israel pela multidão que levavam nas mão ramos. 
Recordando esse momento, a liturgia do Domingo de Ramos inicia-se num lugar fora da Igreja, onde o povo se reúne com o sacerdote que, após abençoar os ramos trazidos pelos fieis, saem juntos pelas ruas, aclamando Jesus como Rei, em direção à Igreja onde continuará a celebração com a leitura do Evangelho da Paixão do Senhor. 
Os Ramos abençoados são levados para casa, colocados nas portas ou em lugar de destaque como sinal de paz e adesão ao projeto de Jesus Cristo.
 
Segunda, Terça 
e Quarta 
Passado o Domingo de Ramos, na segunda, terça e quarta-feira da Semana Santa a Igreja apresenta Cristo em sua missão de Messias Redentor, o qual se encaminha para o sacrifício pela salvação do mundo. 
Esses dias são marcados pelas devoções populares como a Meditação das 7 Dores de Maria, a Via Sacra e a Procissão do Encontro do Senhor dos Passos e Sua Mãe, Nossa Senhora das Dores.
 
Quinta-feira Santa
Neste dia, o último da Quaresma, a Igreja celebra a Quinta-Feira da Ceia do Senhor e recorda a Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio Ministerial (Dia do sacerdócio). Na manhã deste dia, em todas as Catedrais do mundo, o Bispo se reúne com seus sacerdotes para a Missa Crismal (ou missa dos santos óleos), ocasião em que os padres renovam suas promessas sacerdotais e, juntamente com o bispo, abençoam o óleo que será usado durante todo o ano nas paróquias para a unção dos Enfermos, Batismo, Crisma e Ordenações.
À noite, nas paróquias, celebra-se a Missa da Ceia do Senhor (ou Missa do Lava-Pés). Após a celebração, muitas paróquias fazem uma Vigília diante do Santíssimo Sacramento até momentos antes das 15 horas da Sexta-feira Santa.
 
Sexta-Feira Santa
Neste dia os cristãos celebram a paixão, crucifixão e morte de Jesus Cristo. Os fieis fazem abstinência de Carne vermelha e jejum. A liturgia, que se celebra em profundo silêncio interior, está centrada nas últimas horas da vida terrena de Jesus e na adoração da Cruz. 
Não se celebra missa nesse dia. A comunhão que se recebe foi consagrada na noite anterior na Missa da Ceia do Senhor. Em algumas paróquias, na noite deste dia, acontece a descida do Cristo da Cruz, o Sermão sobre as Sete últimas palavras de Cristo na Cruz, e a procissão do enterro.
 
Sábado até às 18 horas
O sábado Santo é o dia em que os cristãos celebram a descida de Jesus à Mansão dos Mortos para abrir as portas do céu aos justos que o haviam precedido. É um dia de silêncio.
 
Sábado à noite
A Páscoa é a principal festividade do cristianismo e celebra, segundo todas as confissões cristãs, a Ressurreição de Jesus. Segundo os Evangelhos, a Páscoa aconteceu no terceiro dia após a sua morte na cruz. 
O rito principal é o da Vigília Pascal, que se desenvolve na noite entre sábado e domingo e é considerado a celebração mais importante do ano litúrgico. 
 
Domingo de Páscoa
O Domingo da Ressurreição retoma a alegria da Vigília Pascal. Este Domingo é ampliado com a oitava da Pascoa: a Igreja celebra a grandeza do evento pascal com oito dias de festa seguidos, como se fossem um único dia, até o II domingo da Páscoa, o Domingo da Misericórdia. 
Padre Adriano finaliza com uma mensagem para todos os sanjoanenses: “Que a luz do Cristo ressuscitado resplandeça em todos os corações afim de que, caminhando com Cristo, nas diversas circunstâncias da vida, possamos ressuscitar com ele. Tenham todos uma feliz e Santa Páscoa”.
 
So Joo