Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Política :: 2016-10-06 -18:04:00

Próximo Legislativo sanjoanense ainda pode ter duas mudanças

Caso Leonildes Chave consiga reverter indeferimento do juiz eleitoral de São João, ex-vereador pode assumir posto e levar mais um companheiro

Da Redação


Chaves tentar reverter indeferimento em Brasília, no TSE. (Foto: Arquivo O MUNICIPIO)

 

Com 949 votos obtidos nas Eleições do último domingo (2), Leonildes Chaves Junior (PHS) aguarda julgamento de recurso no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para saber se poderá ou não assumir uma cadeira do Legislativo.

Caso isso ocorra, conforme apurado pelo O MUNICIPIO, além de integrar à Câmara Municipal, pode levar com ele, devido ao quociente eleitoral, Purga (PEN), que obteve 448 votos.

Desta forma, caso Chaves obtenha uma resposta positiva do TSE, Rui Nova Onda (PTB) e Ricardo Amâncio (PRB) devem ser os nomes que deixam de integrar o quadro de vereadores a partir do ano que vem.

O MUNICIPIO entrou em contato com o chefe do Cartório Eleitoral de São João, Domenico Costa, para confirmar a informação. Ele destacou que é preciso “realizar somatórias” para que isso seja oficializado, pois poderá haver mudanças no quociente eleitoral. Por conta disso, ele preferiu não se manifestar a respeito.

ENTENDA

A impugnação da candidatura de Chaves foi pedida pelo promotor de justiça Donisete Tavares Moraes Oliveira e acatada pelo juiz eleitoral.

Na justificativa, Donisete dizia ser contrário ao deferimento da candidatura, alegando que “uma condenação criminal determinada pela Comarca de São João contra Chaves suspende os direitos políticos do médico”.

Chaves entrou com recurso junto ao TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) para tentar reverter a situação, mas também obteve resposta negativa.

Ele então recorreu à última instancia, o TSE, e agora aguarda resposta. Como possuía recurso em aberto, ele pôde concorrer no pleito do último final de semana, mas agora precisa aguardar a decisão final para saber se poderá ou não assumir seu lugar na Câmara Municipal. 

Poltica