Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Região :: 2016-07-02 -16:39:00

Águas da Prata regista primeiro caso de Zika

São João da Boa Vista já registrou três notificações em 2016. Um dos casos deu negativo e os outros dois aguardam os resultados

Por Wesley Colpani


Imagem meramente ilustrativa.  (Foto: www.bbc.com)

 

Águas da Prata (SP) registrou o primeiro caso de Zika Vírus em 2016.  A informação da doença na estância foi confirmada pelo setor de epidemiologia do Departamento Municipal de Saúde. A paciente, uma mulher de 41 anos, foi diagnosticada com a doença durante o mês de junho.  

Após a confirmação do exame, ela iniciou o tratamento. Conforme o setor de epidemiologia, ela tomou soro no dia de coletar a amostra e concluiu o tratamento em casa.  Ela não estava grávida.

Embora o caso tenha sido registrado em Águas da Prata, não há confirmação se o caso foi autóctone (contraído na cidade) ou importado (contraído em outras localidades). A suspeita é que ela tenha contraído a doença em São João, já que trabalha na cidade em período integral e não há nenhum registro de Dengue no município pratense.

Outra hipótese que reforça a suspeita é que um colega de trabalho da mulher apresentava sintomas da doença, mas não houve confirmação no caso dele, pois o prazo de coletar amostra para os exames já tinha passado.

Esse é o segundo caso no ano da doença na região. O primeiro registro foi em fevereiro, na cidade de Espírito Santo do Pinhal (SP), quando um homem de 26 anos foi diagnosticado com o Zika.

SÃO JOÃO

Em contato com o Departamento de Saúde de São João da Boa Vista (SP), a reportagem foi informada que o município continua sem nenhum registro de Zika  ou de Chikungunya. Conforme o departamento, em 2016 foram três casos notificados de Zika, oito de chikungunya e 453 de dengue.

No caso do Zika, o resultado de um dos exames deu negativo, os outros dois aguardam os resultados. Já a Chikungunya, todos os exames deram negativos e no caso da Dengue, 79 foram confirmados, sendo 71 contraídos na cidade e os outros oito importados.

Oficialmente São João não tem nenhum registro de Zika em sua história.

AEDES AEGYPTI

Responsável pela transmissão das doenças Dengue, Chikungunya e Zika, a tendência é diminuir o número de casos das mesmas durante o inverno, pois, com a estação mais fria, a quantidade de mosquitos é reduzida.

Embora essa seja a tendência, devemos manter os cuidados básicos - evitando água parada - contra o Aedes, pois, de acordo com pesquisas recentes, o mosquito tem se adaptado ao clima frio.

ZIKA

Identificado, por pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA), no Brasil pela primeira vez em abril, o Zika pertencente à mesma família dos vírus da dengue. A doença é endêmico de alguns países da África e do sudeste da Ásia.

Além de ser transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o Zika também, embora mais raro, é transmitido em relações sexuais.

SINTOMAS

Os principais sintomas da doença são febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular. A evolução do Zika é benigna e os sintomas geralmente desaparecem naturalmente em um período de 3 até 7 dias.

Regio