Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Saúde :: 2015-12-14 -14:31:00

Alfarroba é uma alternativa para substituir o chocolate

Com sabor e textura muito semelhantes ao cacau, o fruto alfarroba é rico em vitaminas e minerais

Por Daniela Prado


Você já deve ter ouvido falar em alfarroba ou visto em alguma loja de produtos naturais, sempre associando-a ao chocolate. De fato, à primeira vista ou à primeira degustada, dá até para confundir o sabor e a textura da alfarroba com a do chocolate.

O fruto vem sendo utilizado em receitas, na substituição do cacau, e é rico em vitaminas A, B2, B3, B6 e D, e em minerais. Além disso, possui baixo teor de gordura e éisento de lactose e glúten, o que para quem tem intolerância a estes alimentos é um atrativo a mais.

A nutricionista sanjoanense Caroline Ferreira apresentou à reportagem do O MUNICIPIO, mais detalhes sobre a alfarroba.

O que é

“A alfarroba é um fruto derivado da alfarrobeira, uma árvore selvagem, nativa da costa do Mediterrâneo, sendo que a alfarroba é sua vagem comestível, semelhante ao feijão, de cor marrom escuro e sabor adocicado”, esclarece Caroline.

Segundo a nutricionista, a alfarroba tem sido muito utilizada na indústria alimentícia, para fazer diversos doces, pois se torna uma opção mais leve que o chocolate derivado do cacau.

Alfarroba X Chocolate

Caroline justifica que a farinha de alfarroba, que é obtida da polpa da vagem torrada e moída, é bastante utilizada para substituir o cacau. “Esse pó, contudo, possui expressiva diferença em relação ao cacau, quanto ao teorde açúcar e de gordura”, pondera a nutricionista, completando que, enquanto o cacau possui até 23% de gordura e 5% de açúcar, a alfarroba possui 0,7% de gordura e um alto teor de açúcares naturais – sacarose, glicose e frutose, de 38 a 45%.

Caroline também ressalta que a alfarroba possui um alto valor nutritivo, uma vez que tem muitas vitaminas, dentre elas a B1 e a B2, responsáveis por melhorar o funcionamento do sistema nervoso, dos músculos, do coração, da saúde mental e do raciocínio. “Também são encontrados na alfarroba a vitamina A, cálcio, magnésio, ferro, potássio e sódio”, acrescenta.

Indicações

De acordo com a nutricionista, a alfarroba é indicada para pacientes com intolerância ao glúten, cacau, diabéticos – que devem consumir com moderação -- e em dietas com baixa ingestão de gorduras. “A alfarroba não possui qualquer agente alergênico ou estimulante, como a cafeína e teobromina, presentes no cacau”, comenta.

Apesar de apresentar um alto teor de açúcares, o conteúdo calórico da alfarroba é baixo, devido à quantidade quase imperceptível de lipídeos (gorduras) e alta quantidade de fibras naturais.

Segundo Caroline, o efeito benéfico dessas fibras naturais na flora intestinal se dá pela proteção da membrana mucosa do intestino. “Estudos recentes mostraram que a alfarroba não contém glúten e possui potencial antioxidante muito elevado, semelhante ao do azeite e superior ao do vinho, o que leva os investigadores a acreditarem que os componentes do fruto podem ser úteis no combate aos radicais livres e doenças crônicos-degenerativas”, finaliza a nutricionista.

Como encontrá-la

Assim como o chocolate, a alfarroba pode ser encontrada em pó, em barras, em forma de bombom com recheio de passas, de banana ou de coco, ou então, como um creme de avelã. Uma das marcas mais conhecidas no mercado é a CarobHouse.

Para entrar em contato com Caroline e saber mais a respeito desse e de outros assuntos que envolvem a nutrição saudável, acesse:  www.facebook.com/nutricionistacarolferreira

Sade