Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Saúde :: 2015-12-04 -10:42:00

Homens realizam menos exames que as mulheres

Encerrando o Novembro Azul, biomédico sanjoanense esclarece quais os exames mais indicados aos homens

Por Daniela Prado


Dados do Ministério da Saúde apontam que mulheres realizam sete a oito vezes mais exames preventivos que os homens, mesmo que contem com os hormônios femininos como, por exemplo, o estrogênio, presente na idade reprodutiva.

Roberto Dias Conceição Junior, biomédico e sócio diretor do Laboratório Centermed, em São João, comenta que o tema “saúde do homem” traz consigo um contexto amplo, que se diferencia de um ser humano para outro, conforme as necessidades de cada um. “O homem mostra que suas práticas de saúde estão sujeitas a várias modificações no decorrer de sua vida, as quais dependem das variáveis culturais e dos estereótipos de gênero, gerando há séculos uma cultura potencializada em práticas de saúde baseadas em crenças e valores do que é ser masculino”, pontua Roberto.

Segundo o biomédico, vários estudos comparativos entre homens e mulheres têm comprovado o fato de que os homens são mais vulneráveis às doenças, sobretudo às enfermidades graves e crônicas, morrendo, em alguns casos, mais precocemente que as mulheres. “A doença é considerada como sinal de fragilidade que os homens não reconhecem como inerentes a sua própria condição biológica”, destaca Roberto.

Para ele, o homemse julga  invulnerável e, dessa forma, cuida menos de si mesmo e se expõe mais às situações de risco, como tabagismo e alto consumo calórico. “Dados de pesquisas do ano de 2011 revelaram que doenças do aparelho circulatório, causas externas, neoplasias e doenças do aparelho respiratório, influência direta do tabagismo, foram as quatro principais causas de morte entre homens”, revela o biomédico.

Roberto, entretanto, avisa que complicações deste gênero poderiam ser evitadas se os homens realizassem medidas de prevenção primária-- controle da pressão, exames regulares da próstata, dosagens e exames para colesterol, triglicérides e diabetes. “A não aderência masculina à atenção primária resulta na sobrecarga financeira da sociedade e também no sofrimento físico e emocional do paciente e de sua família”, conclui ele.

Logo, mobilizações como o Novembro Azul são importantes no sentido de despertar no homem o desejo do cuidar-se. “Nossa recomendação é que, se possível, os homens possam realizar, ao menos anualmente, uma visita de rotina ao seu médico”, finaliza Roberto.

PSA E OUTROS EXAMES

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que o rastreio do PSA, exame prostático específico, e o do toque sejam feitos anualmente, em homens acima de 50 anos.

Caso hajadiagnóstico de câncer de próstata na família ou para homens negros, o PSA deve ser medido a partir dos 45.

Outro importante exame é o testicular, já que este câncer é mais comum entre os mais jovens e geralmente tem cura, especialmente se for detectado em fase inicial.

A avaliação cardiológica precoce é também fundamental, principalmente quando houver antecedentes familiares de doenças cardíacas.

PREVENTIVO X CHECK-UP

A diferença entre exame preventivo e check-up é que os exames preventivos são específicos para determinadas doenças como, por exemplo, câncer ou o preventivo cardiológico, que abrange somente os exames ligados à saúde do coração.

Já o check-up é um conjunto de ações mais abrangentes, multidisciplinares, que envolvem o diagnóstico, orientação e também a prevenção de doenças, ou seja, inclui aí os ditos preventivos, de modo que é muito mais completo, em termos de saúde.

Sade