Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Cultura :: 2015-12-04 -14:21:00

Livro é editado para recuperar detentos

Venda dos exemplares da obra se reverterá em prold o Projeto Escola da Vida

Por Clovis Vieira


Neste sábado (5), às 16h, o Promotor de Justiça Ernani de Menezes Vilhena Junior lançará na Livraria Papyrus (Getúlio Vargas, 307) “O Mercado de Letras”, livro escrito por membros do Ministério Público do Estado de São Paulo.

Esta seria mais uma tarde de autógrafos tradicional, não fosse o objetivo da edição: “Um grupo de Promotores de Justiça se reuniu para publicar este livro de contos e crônicas, cuja renda será integralmente revertida para o custeio do Projeto Escola da Vida”, explica o Promotor.

De acordo com ele, “O Mercado de Letras é um livro leve, divertido, que vai prender sua atenção”. Alguns dos trabalhos que integram o livro, informa Ernani, foram premiados em concursos literários. A obra tem 120 páginas e 26 textos de 14 autores, todos integrantes do Ministério Público do Estado de São Paulo.

CINEMA

O Projeto Escola da Vida é um projeto que utiliza filmes como ‘Forest Gump’, ‘Meu Nome não é Johny’, ‘Prenda-me se for Capaz’ (são 26 filmes, todos licenciados) e aplica dinâmicas de grupo para recuperar autores de pequenos crimes, em sua maioria relacionados com o abuso do álcool e drogas ilícitas. O projeto fica em São Sebastião da Grama – SP.

“Iniciamos o Projeto Escola da vida em maio de 2009. Em 2011 nosso projeto foi agraciado com menção honrosa no VIII Prêmio Innovare, considerado o maior prêmio jurídico do Brasil”, orgulha-se Ernani Vilhena Junior. “A maioria dos nossos alunos é formada por pessoas que praticaram crimes por se envolverem com o abuso do álcool e uso de drogas ilícitas. Você já parou para pensar como é difícil abandonar um vício sem um trabalho especializado?”, questiona.

RECUPERAÇÃO

Promotor de Justiça desde 1990,  Ernani de Menezes Vilhena Junior reside em São João, mas atuou por muitos anos em São Sebastião da Grama. Foi durante sua estada naquela cidade que ele, em parceria com colegas promotores, desenvolveu o Projeto Escola da Vida, objetivando a recuperação de autores de pequenos crimes.

“Muitas das pessoas que frequentam nosso projeto por determinação judicial durante seis meses, acabam prosseguindo como voluntários por sentirem-se acolhidas e pelo fato de o trabalho do projeto contribuir com muito sucesso para transformar a vida das pessoas”, finaliza o promotor.

Durante está semana o Promotor esteve na redação do O MUNICIPIO e falou com a equipe de reportagem. Assista na íntegra a entrevista com o Promotor Ernani Vilhena:

Cultura