Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Mundo :: 2015-11-21 -16:11:00

Estado Islâmico já arregimentou 4 mil franceses

Redação


Pelas ruas de Paris é fácil encontrar mensagens de apoio às facções extremistas do Islã. Postes, telefones públicos, estações de trem e acessos aos pontos turísticos são os locais preferidos para a pichação com propaganda de incentivo ao terror.

Nos postes: Propagandas do EI é constante em Paris.(Foto: Hediene Zara)

Mais do que uma concepção de fé, a adesão ao movimento transformou-se num pacto de violência para muitos jovens. “As pesquisas apontam que 16% da população parisiense é muçulmana. Não há problema nenhum nisso e, pelo menos de minha parte, não há racismo e nem xenofobia. Porém, os terroristas envolvidos nos ataques não são estrangeiros, são franceses. Há muitos filhos de imigrantes, que chegaram nos anos 70 e 80 a Paris, e que agora são adeptos do Estado Islâmico. Portanto, se eles são franceses, não há como mandá-los de volta para outro país, porque a lei não permite”, explicou Michel.

Wulmar também disse ter tomado conhecimento sobre notícias assustadoras quanto ao vínculo entre jovens franceses e os radicais: “É uma questão muito complexa, pois o número de jovens que já estiveram na Síria ou no Afeganistão fazendo treinamentos é muito grande. Fala-se em quatro 4.000 jovens que foram e voltaram para a França. Como fiscalizar um número tão grande?”, questiona o artista.  

 

HOLLANDE CRITICADO

O governo socialista de François Hollande também tem posturas criticadas pelos parisienses no que diz respeito à abertura feita aos imigrantes do Oriente Médio. Envolvido diretamente com movimentos anticatólicos, o presidente foi questionado ao nomear uma comissão de engenheiros que condenou à demolição várias igrejas que, segundo especialistas, poderiam ser facilmente restauradas.

Mundo