Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Geral :: 2015-10-28 -16:58:00

Discos de vinil ressurgem em feira para apaixonados

Por Clovis Vieira


A retumbante verdade é que muitos adoradores dos discos de vinil nunca ficaram satisfeitos com o som digital do CD. O seu principal argumento é o de que as gravações em meio digital cortam as frequências sonoras mais altas e baixas, eliminando harmônicos, ecos, batidas graves, a “naturalidade” e a espacialidade do som. Algo que se ouve mais com a alma do que com os ouvidos...

Roda roda: disco de vinil geraram uma legião de fãs. 

Caso o leitor queira ouvir diretamente deles esta e outras razões, o evento ideal é a ‘Primeira Feira do Vinil de São João da Boa Vista’. O local é o Peixoto Bar e Restaurante, no dia 8 de novembro, um domingo, das 12h às 18h. Na feira, a música ao vivo será feita pelo grupo Rotor Sonoro (claro!).

O sanjoanense Orlando Fernandes, o idealizador deste evento, informa que já estão confirmadas as vindas de, pelo menos, quatro revendedores de discos de vinil, acostumados a percorrer outras feiras similares, em cidades da região: “Eles formam um grupo de amigos e devem trazer em torno de 3 mil discos ou até mais!”, confirma.

Ele próprio tem um acervo de 300 Lps, a maioria de grupos internacionais. “O meu xodó é um disco do Kiss, chamado ‘Creatures of the Night’ (1983), o primeiro que eu comprei quando tinha apenas 13 anos de idade”, relembra. E informa que a Fnac e a Saraiva já comercializam novos Lps de vinil e os toca-discos onde ouvi-los.

33 1/3 RPM

O disco de vinil surgiu no ano de 1948, tornando obsoletos os antigos discos de goma-laca de 78 rotações - RPM (rotações por minuto) -, que até então eram utilizados. A partir do final da década de 1980 e início da década de 1990, a invenção dos CDs - Compact Discs forneceu maior capacidade, durabilidade e clareza sonora, sem chiados, fazendo os discos de vinil serem considerados obsoletos.

Na segunda metade de 2008, os proprietários da Polysom, informados do volumoso crescimento na venda de vinis nos Estados Unidos e na Europa, pensaram em adquirir o maquinário da antiga fábrica e reativá-la. No final de novembro de 2009, depois de meses de restauração, a fábrica finalmente fica pronta, sendo feitos os primeiros testes com os LPs produzidos. 

Geral