Bem vindo
Notice: Undefined index: usuarioNome in /home/omunici/public_html/view/topo.php on line 39

Sair


Esqueci minha senha






Artigos :: 2016-05-19 -15:52:00

NBA: Um prato cheio de fortes emoções


(Foto: www.nba.com)

 

O basquete é um dos únicos esportes em que a emoção está presente do primeiro ao último minuto. As experiências de bolas de 3 e de 2 pontos que caem quando “não precisam” cair, e de quando não caem de jeito nenhum quando “precisam” cair. Jogadas acrobáticas que levantam a torcida e irritam os adversários.

A NBA é a maior e mais competitiva liga de basquete do planeta. Mais que o jogo por si só, cada partida é um verdadeiro show. E quando chegam os Playoffs? Meu Deus! É um verdadeiro teste para cardíacos. As finais do Oeste estão eletrizantes. Quando a maioria dava por ganha facilmente pelos Warriors, talvez por 4-0 na série, eis que os Thunders surgem avassaladores no primeiro jogo, liderados por Westbrook inspiradíssimo, e levam o primeiro jogo na casa dos Guerreiros, por 108 x 102. Estariam os Warriors já acabados na série? Muito pelo contrário!

Lembram quando eu disse sobre a emoção do início ao fim e das bolas que precisam e não precisam cair? Então, essa última regra não se aplica a Stephen Curry, pois com ele, a grande maioria das bolas, caem, e quase que invariavelmente, de 3 pontos.

Ontem, no segundo jogo da série, os Guerreiros, liderados pelo furacão Curry, simplesmente passaram por cima dos Thunders. Com uma atuação de 28 pontos, Curry levou sua equipe à vitória por 118 x 91 e a série agora está empatada em 1 x 1, lembrando que é uma série de 7 jogos.

Do outro lado, na conferência Leste, os Cavaliers, comandados pelo novo rei da NBA, pós Kobe Bryant, LeBron James, não tomaram conhecimento dos Raptors, vencendo a partida por 115 x 84 e abriu a série em 1 x 0. O jogo 2 acontece hoje e também é uma série de 7 jogos.

As finais das conferências estão eletrizantes e para que ama Basquete, é um prato cheio de fortes emoções. É impossível prever o que vai acontecer nas séries, mas que uma final da NBA com LeBron James de um lado e Stephen Curry, do outro reeditando a final da temporada passada (Warriors foram campeões), seria lindo, ah, seria!