Assine Já
São João da Boa Vista e região
Sábado, 25 de outubro de 2014
Economia :: 30/08/13 - 20:03
Caixa distribui formulário para revisão do Fundo de Garantia
Documento para pedir extrato de 1999 a 2013 é gratuito e perdas do trabalhador com a TR já podem ter batido 88%
Hediene Zara

Os trabalhadores brasileiros que tiveram qualquer registro em carteira, entre 1999 e 2013, sofreram com um desfalque na TR (Taxa Referencial) que diminuiu os rendimentos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). A constatação é das entidades ligadas à Força Sindical, que está encabeçando ações judiciais para que os profissionais tenham direito a reaver os valores que acabaram não sendo contabilizados em suas contas, vinculadas à Caixa.

Segundo especialistas, o processo judicial pode ser o maior da história do país, tanto em número de envolvidos quanto em volumes de cadernos e valores: a restituição pode alcançar 10% do PIB (Produto Interno Bruto).

COMO SURGIU O DÉFICIT
Os sindicatos pedem na Justiça o cálculo retroativo da TR, para repor uma diferença que pode chegar a 88,3% nos valores que estão (ou que estavam) nas contas dos trabalhadores durante os últimos 15 anos. Segundo os líderes do movimento, o Fundo de Garantia tem rendimentos adicionais de 3% de juros mais a TR. O problema é que, desde 1999, a taxa começou a ser reduzida até parar no zero, em setembro de 2012.

Sendo assim, a promessa do governo de reajustar o FGTS em 6% ao ano, para acompanhar a inflação média, não foi cumprida. Só nos últimos dois anos, quando a TR alcançou suas maiores baixas, os trabalhadores teriam sofrido com o desfalque de 11% no montante que era depositado na Caixa.

O deputado federal Paulinho da Força (PDT-SP) acredita que 30 milhões de brasileiros devam aderir às ações de cobrança: “É o maior assalto da história do Brasil e isso foi programado. Encontraram um jeito de diinuir a TR, mês a mês, até levá-la a zero, quando a inflação foi de 6%”, disse ele.

Apesar de a ação ter escopo na correção dos percentuais de juros do FGTS, existe a crença de que a revisão da TR no Fundo de Garantia pode ter efeitos reflexos na poupança e nas carteiras de financiamentos: “Há muitos fundos de investimentos e negócios financiados que seguem a TR. Se houver aumento para o FGTS, isso pode embasar outras ações”, acredita o sindicalista.

DISTRIBUIÇÃO DO FORMULÁRIO
Trabalhadores que estejam interessados na revisão de seu FGTS devem começar as tratativas em qualquer agência da Caixa. Em São João, o prédio fica na Praça Coronel Joaquim José e já tem o modelo de “solicitação de extrato analítico”.

O papel é simples e o titular da conta deve preencher o documento com seu nome, número do PIS, nome correto da empresa onde trabalhou, número da Carteira de Trabalho, data de nascimento e telefone para contato. Podem fazer o requerimento, tanto particulares, quanto representantes sindicais.

É bom lembrar que o trabalhador deve apresentar um requerimento específico para cada empresa na qual tenha trabalhado, entre 1999 e 2013. Ou seja, se o profissional atuou em cinco firmas diferentes, deve apresentar uma requisição em nome de cada empregador. A Caixa se compromete a entregar os extratos no prazo de cinco dias úteis. Depois, basta levar o documento ao advogado ou ao sindicato no qual seja filiado, para ingressar com a ação judicial que pode requerer a correção do FGTS, que deve estar acompanhada dos extratos e do memorial de cálculo de equiparação da TR.
 

Comentários via Facebook
Comentários via site | 19 Comentários -
sergio de oliveira 17/05/14 12:05
é um absurdo nos roubam e ainda temos que entrar na justiça e pagar advogados para receber o que é nosso já nos roubam tantos com os impostos e agora mais essa isso é brasil, políticos tomem vergonha faça algo por esse pais que esta uma merda.
vera silva damasio 26/03/14 17:03
meu marido aposentou em 1998,e morreu em 2010,será que eu como pensionista tenho direito?
Sidney 12/03/14 08:03
eu gostaria de saber porque que neste nosso pais tudo que temos direito por lei precisamos apelar para um advogado para consegui-lo, a corrupção no meu pais é tão grande e vergonhoso que as nossas leis esperam o cidadão esquecer de seus direitos para que este dinheiro que é nosso por direito possa ser ROUBADO e depositado na conta destes políticos, cambada de ladrão corruptos comandados por um governo ladrão que da as cosas para os mais humildes.
SONIA 06/03/14 22:03
boa noite ! Caso fosse erro do trabalhador ja teriam dado um jeito de nos cobrar com juros e correção monetária
Edilberto 06/03/14 12:03
O brasil é muito bom, mas nós devemos dar um basta nessa sacanagem de sermos roubados de todas as formas, não deixem de entrar na justiça todas os cidadãos para rever a perda do FGTS e de todas as outras perdas pelo governo, isso é para todos brasileiros, se todos entrar na justiça para todas as coisas erradas, garanto não mudaremos tudo, mas mudaremos muita coisa nesse pais de ladrões, que tiram até o que não temos, pais sem vergonha de desonestos com os cidadãos, vamos lutar sempre pelo nossos direitos e tirar os podres do governo, como? não votando mais neles!!!!! abraços
jose humberto 19/02/14 21:02
isso é Brasil,somos assaltados sem armas
Thais Layane Santos 29/01/14 12:01
Olá Pessoal!

Pra quem não conseguiu o formulário, segue o link é só entrar e imprimir o formulário. Tô correndo atrás aki em MG tbm... O Pessoal da Caixa agora disse que dá pra entrar e preencher direto no site, mas não consegui, se alguém conseguir me avise, por favor. Bjim

http://www.sindipolo.org.br/sk/sk_pdfs/pdfs/bf8124793972d562d690.pdf
Reinaldo 27/01/14 14:01
Aqui em Três Lagoas MS, fui procurar a caixa para pedir o formulario, me falaram que isto é historia que não existe nada, muito menos formulário. Caso alguém tenha este formulário por favor me envie......
Neno 27/01/14 11:01
Esta grana tinha que estar na conta de todos os trabalhadores porque se um deles estivesse devendo para o governo estaria fu.
seiji 24/01/14 13:01
Esta grana já devia estar na conta do trabalhador, já cada um tem a sua.È la que este dinheiro deveria esta....
Jefferson 23/01/14 13:01
Concordo com vc Cleide....é um imenso absurdo, uma vez decidido deveria ser recalculado automaticamente e deveolver a quem tem direito.
kabelson pescador 23/01/14 12:01
a bagunça continua e quem leva ferro é só o trabalhador e assim segui a humanidade.
roberto desouza 06/10/13 13:10
Também quero o que é meu
Cleide 04/10/13 15:10
acho um absurdo ter que pagar advogado para reaver o que é nosso por direito, então a pessoa trabalha tem o seu fgts defasado e depois tem que dar de 20 a 30% para recuperar o reajute
carlos 17/09/13 12:09
Uma duvida..pessoas da familia que ja morreu o parente tipo filho pode requerer a diferença ou ja era...
Assine Já    |    Banca Digital    |    Expediente    |    Fale Conosco